Ultimas Notícias
HOJE NA HISTÓRIA – Tommy, 1975, a ópera rock do The Who

Quando criança, Tommy (Roger Daltrey) viu seu padrasto (Oliver Reed) matar seu pai e, depois de ouvir sua mãe (Ann-Margret) dizer que ele “não viu e nem ouviu nada”, Tommy de fato se tornou cego, surdo e mudo.

Mais tarde, o quase catatônico Tommy participa de um concurso de pinball enfrentando o famoso Pinball Wizard (Elton John) e acaba se tornando o campeão.

Tommy é inspirado no disco de mesmo nome da banda The Who.

O The Who em cena de Tommy
O The Who em cena de Tommy

Ópera rock

Este não é exatamente um musical, pelo menos não nos termos comuns. Tommy pode ser classificado como uma ópera rock, pois boa parte do filme é cantada, assim como uma ópera. Mas o tipo de música que toca é o rock.

Então funciona mais ou menos como Pink Floyd – The Wall, principalmente porque os dois filmes são inspirados em álbuns que são basicamente sua trilha sonora.

Mas diferentemente de Quadrophenia, o outro filme do The Who, Tommy tem uma história bem mais fantasiosa e imagina um mundo futurístico.

Roger Daltrey como Tommy
Roger Daltrey como Tommy

Tommy

Até na sua trama o musical guarda semelhanças com Pink Floyd – The Wall. Os dois filmes tem como protagonistas garotos que crescem e se tornam excluídos. Eles são considerados esquisitos, mas guardam um enorme talento e potencial dentro de si.

O protagonista é um jovem que foi tolhido quando criança e por isso se tornou praticamente catatônico. Ninguém leva o que ele faz a sério e sua mãe vive à procura de uma cura para o filho, que ela nunca encontra.

No entanto, mesmo sendo cego, surdo e mudo, o rapaz tem muita habilidade no pinball. Isso faz dele um campeão. O filme usa como protagonista um outsider, que precisa provar seu valor passando por obstáculos. Mesmo que esses obstáculos sejam meros jogos de pinball.

Tommy e a mãe
Tommy e a mãe

Há ainda mais um aspecto em comum com Pink Floyd – The Wall: ele também imagina o que seu protagonista pode se tornar dali a um tempo.

Aspectos técnicos

Tommy não é um musical no sentido mais clássico da palavra. Além das músicas não pararem em nenhum momento, como uma ópera, algumas delas acontecem no palco. Mas elas nunca vem acompanhadas de coreografias.

A trilha sonora é composta de músicas do The Who, mais especificamente as que estão no álbum Tommy, de 1969. Entre elas estão Bernie’s Holiday CampAmazing JourneyEyesight to the BlindThe Acid QueenSparksPinball WizardThere’s a DoctorTommy, Can You Hear Me? e We’re Not Gonna Take It.

Elton John como Pinball Wizard
Elton John como Pinball Wizard

O filme também conta com diversas participações especiais de músicos e atores famosos, o que é muito legal. O papel principal é interpretado por Roger Daltrey, integrante do The Who. Ele também aparece nas cenas em que a banda toca.

Isso também acontece com Pete TownshendJohn Entwistle e Keith Moon, o resto da banda, que aparece nos papéis deles mesmos e como outros personagens dentro da história. O filme também conta com participações especiais de Eric ClaptonTina TurnerJack Nicholson e Elton John como o Pinball Wizard, um dos melhores personagens do filme.

Gostou?

Tommy tem uma trama interessante, mas é necessário que o espectador embarque na história. Senão o filme se torna absurdo e até meio sem sentido. Claro que se você é fã do The Who e do álbum Tommy é mais provável que você goste do filme.

O filme é fantasioso e quase surreal
O filme é fantasioso e quase surreal

Para quem não é tão conhecedor da banda assim, o filme vale pelas incríveis participações.

Tommy é um filme que pode agradar a todos, mas que tem um gostinho especial para quem é fã do The Who.

Fonte: Fernanda Cavalcanti – VITAMINA NERD

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: