Ultimas Notícias
99% da cevada colhida em Guarapuava atinge padrão cervejeiro

A colheita da cevada está encerrada no Paraná, com a boa notícia de que
a região de Guarapuava, principal produtora, garantiu excelente
qualidade aos grãos, com 99% alcançando padrão cervejeiro, segundo
o Boletim Semanal de Conjuntura Agropecuária, referente ao período de 10
a 16 de dezembro. O documento é preparado pelos técnicos do
Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da
Agricultura e do Abastecimento.

O Paraná teve 75.995 hectares de terras cobertas pela cevada neste
ano. Isso representou aumento de 21% em área plantada em relação a 2020.
A produção cresceu 14% e chegou a 311.333 toneladas. Guarapuava é
responsável por 62% do que é produzido no Estado. Os produtores locais
tiraram 193.375 toneladas de grãos com qualidade de excelência em 45.500
hectares.

Para atingir o padrão cervejeiro, o grão de cevada precisa ter PH
acima de 58, umidade máxima de 13% e poder germinativo de 95%. Na região
de Ponta Grossa, que teve a expressiva produção de 87.863 toneladas,
representando aumento de 25%, se comparado com o ano passado, 50% dos
grãos ficaram abaixo desse padrão.

Provavelmente, o produto será destinado para ração animal. De acordo
com a análise contida no Boletim Semanal, a perda de qualidade se deve
ao excesso de chuvas em outubro, época forte de colheita do grão. No
núcleo de Ponta Grossa, alguns municípios chegaram a ter até 300
milímetros de chuvas.

O Paraná é líder absoluto na produção brasileira de cevada e foi
responsável, em 2020, por 72% daquilo que se produziu no País. A
liderança é resultado direto das pesquisas e inovações adotadas pelos
produtores do Estado. Além disso, o Paraná abriga em Entre Rios, no
município de Guarapuava, a maior maltaria da América do Sul, ligada à
Cooperativa Agrária. A cevada é utilizada na produção do malte

SHAVING

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: